David Ayer e Jared Leto falam sobre cenas deletadas do Coringa em Esquadrão Suicida

Faz pouco mais de uma semana que o filme mais aguardado do ano estreou nos cinemas de todo o mundo. Esquadrão Suicida quase matou o público de ansiedade e curiosidade para saber mais sobre esse universo novo no ramo das HQs, pois Esquadrão Suicida não se trata de filme de heróis contra vilões, como o ator e rapper – Will Smith – nos explicou na SDCC deste ano que aconteceu em julho: “É o mal contra o ruim”. Desde o ano passado, até bem antes de anunciar as gravações do longa, Esquadrão Suicida ganhou trailers, spots, teasers e tudo que você pode imaginar.

Como esperado, o público criou expectativas e cada vez que a estreia do filme se aproximava, a ansiedade aumentava. De fato, vimos que o público esperava assistir todos os personagens na tela, principalmente a Arlequina, o Pistoleiro e o icônico Coringa, interpretado pelo Jared Leto. Logo que, o Coringa, é o vilão mais icônico da DC, se não, o mais icônico das HQs. Jared carregou grande responsabilidade ao aceitar interpretá-lo e houve muita pressão, como ele disse em entrevistas. O público esperou tanto pelo filme, que nos trailers já haviam assistido tantas cenas e tantas surpresas que fizeram com que vibrassem a cada take. Críticos davam notas cada vez mais baixas com a expectativa do filme (E continuaram dando depois do lançamento) mas nem por isso o público se intimidou.

Enfim o filme estreou, no Brasil dia 04 de agosto, em outros países dia 05 de agosto. O público observou algo que não estava nos conformes – cenas que haviam sido exibidas nos trailers, spots e teasers mas não estavam no filme. E não podemos negar que uma parcela dessa imensa expectativa que o filme criou era de ver o aclamado Coringa que Jared Leto interpreta. Sucessor de Heath Legder, que, na minha opinião, foi o Coringa mais incrível que já vi na minha vida. Dentre essas cenas cortadas que mencionamos no início desse parágrafo estão as cenas do Coringa com a Arlequina. Esquadrão Suicida tem foco na história do esquadrão, logo, Coringa não faz parte do grupo, não teve como prolongar mais a aparição dele na trama. A ideia inicial desse personagem era apenas para contar a história da Arlequina, que faz parte do grupo. Mas, vamos lembrar que o Coringa é o vilão mais icônico, ou seja, David Ayer quis aproveitar um pouco mais. Vimos aqui a dedicação do Jared para interpretar o personagem sem que os fãs da DC e principalmente do Coringa não saíssem decepcionados das salas de cinema. Jared fez mudanças físicas e psicológicas para autenticar o personagem perto e longe das câmeras. Nos trailers foram exibidas as cenas do Coringa que no filme não foram. Não somente do Coringa mas de outros personagens do filme. Mas nem por isso o público se intimidou, Esquadrão Suicida está arrecadando milhões nas bilheterias mundiais, já ultrapassou filmes históricos também das HQs da Marvel como Guardiões da Galáxia e recentemente Capitão América: Guerra Civil. Mesmo com tantas cenas cortadas, o público responde bem com o resultado final do trabalho incrível de David Ayer que já afirmou que esta versão é a definitiva. Não terá uma versão +18 assim como Batman vs Superman teve. Ayer foi entrevistado pela Empire Magazine e ele explicou sobre o ocorrido assim como explicou para o Collider.com

De acordo com o site Collider, existem algumas cenas que pensaram que seriam necessárias mas acabaram sendo superficiais ou não muito claras. Porém, David Ayer, ao conversar com o Steve Weintraub, informou que no blu-ray terão muitas cenas deletadas. “Nós temos um pedaço, há definitivamente mais de 10 minutos de material lá. Mas estes cortes dos filmes são meus cortes, não há nenhuma versão de universo paralelo do filme, o filme lançado é meu corte. Uma das coisas mais difíceis sobre a escrita, filmagem, e direção de um filme, é que você tem que acaba com esses órfãos e você ama pra caramba e você acha que seriam cenas surpreendentes e fariam coisas surpreendentes, mas o filme é uma ditadura (risos), não é uma democracia, só porque é algo legal e carismático não significa que isso irá sobreviver ao corte final. O fluxo do filme é o mestre.” disse Ayer. Quando Steve perguntou para ele se veríamos mais do Coringa e Arlequina nesses materiais extras, ele responde com um “Talvez”, deixando o gostinho amargo da provocação na boca do público.

Jared também se pronunciou sobre os cortes de seu personagem no longa e, assim como nós, ele também quer mais um pouco do Coringa. “Ah, há muitas cenas [deletadas] sim, há um monte de cenas que não foram para o corte final. E espero que elas verão a luz do dia… quem sabe?!” disse Jared. Em uma entrevista também durante a conferência de Esquadrão Suicida em Londres, Jared foi perguntado “O que eu tenho a dizer para as pessoas que querem ver mais cenas com o Coringa no filme?” ele indaga respondendo em seguida “Eu também!” Jared em entrevista para IGN ele brinca “Teve algo que não cortaram? Estou te perguntando, onde que não cortaram? Houve tantas cenas que foram cortada do filme que eu não poderia mesmo começar a dizer. Eu acho que o Coringa… Fizemos muitas experimentações no set, nós exploramos muito. Há tanta coisa que nós filmamos que não é no filme.” ele ainda completa “Se eu morrer logo, é provável que elas irão surgir de algum lugar. A boa notícia sobre a morte de um ator é que tudo isso pode sair.”

Esquadrão Suicida é um filme rico de efeitos, efeitos sonoros principalmente, trilha sonora impecável, um filme muito bom na visão do público, mas também tem seus defeitos. David Ayer realmente soube fazer algo muito bem feito e também queremos do fundo do coração que essas cenas deletadas apareçam em um Blu-ray assim como Batman vs Superman teve.

Tradução: jaredletobr.com

Fonte: Empire Magazine, Collider e YouTube.

ATENÇÃO: A CÓPIA TOTAL OU PARCIAL DESTE ARTIGO É TERMINANTEMENTE PROIBIDA! 

Leia mais: Collider.com e IGN

Share
Publicado por Bianca em 14/ago/2016

COMENTÁRIOS

%d blogueiros gostam disto: