Entrevista: “Eu juro que nunca assisti Game Of Thrones”, diz Jared para Esquire russa

O Thirty Seconds to Mars estará no segundo dia do festival Park Live, que será realizado em Moscou de 12 a 14 de julho. Na véspera do show, o ator, músico e fã mais devotado da Gucci, disse a Esquire sobre planos para o cinema e televisão e admitiu que nunca assistiu Game of Thrones, ainda explicou, porquê ainda vai a Rússia, apesar da situação política.

Jared Leto: “Talvez eu traga essa cabeça com Met Gala para o festival Park Live”

Vamos logo ao que realmente importa: você gostou do final de Game of Thrones?

Jared: Eu juro que não assisti um único episódio dessa série. Então podemos passar para a próxima pergunta.

Bom. É verdade que você também gosta de séries. Hoje, muitas estrelas de Hollywood fazem parte, até mesmo Meryl Streep. O ator premiado com o Oscar – Jared Leto – pensa sobre o retorno à televisão (o ator fez seu primeiro papel importante na série de televisão My So-Called Life. Já imaginou em que série você gostaria de estar?

Jared: Não faço ideia, nunca pensei nisso. Mas agora existem boas séries em que grandes atores estão filmando. Então, quem sabe… Eu definitivamente gosto de algumas séries.

Cerca de um ano atrás, você disse que queria fazer comédia romântica. Quais são as chances de te vermos em uma dessas comédias românticas da netflix futuramente?

Jared: Sobre romcoms – eu estava apenas brincando. As gravações de um filme chamado Morbius (a adaptação cinematográfica de uma história em quadrinhos sobre um cientista que se torna um vampiro vivo), acabou de terminar, e estou muito animado com isso. Espero que alguma imagem seja lançada em breve – mal posso esperar para conhecer meu personagem.

Neste verão você vai para a Rússia como parte da turnê do Thirty Seconds to Mars. Qual visita é essa?

Jared: Eu estive na Rússia muitas vezes! Eu sempre gostei de lá, é um país maravilhoso, e eu voltarei com prazer no dia 13 de julho para o festival Park Live.

Enquanto isso, muitos músicos e atores hoje ignoram a Rússia porque não apoiarem nossa política de estado. Como o Thirty Seconds to Mars é uma exceção?

Jared: Eu moro na America. Eu não apoio todas as decisões políticas que são feitas aqui, mas eu moro aqui. Por que eu não deveria ir para a Rússia só porque não aprovo nada que acontece lá? Desentendimentos sempre acontecem. Mas nosso relacionamento é com as pessoas, não com a política. Viemos compartilhar nossa criatividade, cantar música e vida. E acredito que é importante continuar fazendo isso, interagir e construir relacionamentos uns com os outros.

Muitos de seus figurinos foram criados pela Gucci, e sua colaboração, se é que você pode chamá-lo assim, com Alessandro Michele parece muito natural – como se você e sua Gucci fossem feitos um para o outro.

Sim, tive muita sorte em trabalhar com Alessandro, nos divertimos muito juntos. E, como você disse, nosso relacionamento é muito natural. Já percorremos um longo caminho com a Gucci, e eu sempre tenho muito prazer em trabalhar com a marca. Eu acho que a Gucci tem uma equipe fantástica! Tenho certeza de que no dia 13 de julho, em Moscou, também terei algo interessante, louco de um jeito bom.

Existe um favorito entre todos as roupas e acessórios Gucci que você usava?

Jared: Favorito, provavelmente não. Talvez o que vesti no último Met Gala? Muito legal.

Falando niss. Como acessório, você usou uma cópia da sua própria cabeça. Você também é um investidor do aplicativo de meditação Headspace. Isso é algum tipo de piada sutil?

Jared: Não, não, não está ligado de forma alguma. Mas para apoiar o Metropolitan Museum foi muito bom. Acabou levantando muito dinheiro, e nós, convidados, nos divertimos muito. E quem sabe, talvez eu traga essa cabeça para o festival Park Live.

ATENÇÃO: A CÓPIA TOTAL OU PARCIAL DESTE ARTIGO É TERMINANTEMENTE PROIBIDA.

Fonte: Esquire

Publicado por Bianca em 09/ago/2019

COMENTÁRIOS