Entrevista: Jared conversa com Dazed Digital

Em março, saiu outra entrevista com o Jared de divulgação da Gucci Guilty. Jared conversou com a Dazed Digital e abaixo traduzimos em português para sua apreciação. Confira:

O ATOR VENCEDOR DO OSCAR E O ROSTO DA MAIS RECENTE CAMPANHA DE FRAGRÂNCIAS DA GUCCI FALAM SOBRE O PERFUME COM DAZED BEAUTY

“Vou lhe dizer uma coisa”, pondera Jared Leto em voz alta em um quarto do famoso hotel Chateau Marmont, em Los Angeles: “Em dez anos, haverá sem dúvida um software que poderá ler seus pensamentos”. Por um segundo, seus olhos se aproximam, enquanto as ondas de seus longos e brilhantes cabelos castanhos captam a luz do sol através da janela, e ele parece quase uma entidade ao considerar as possibilidades.

“Eles já têm isso de uma maneira muito rudimentar”, continua ele. “Se você pensar em uma maçã, ela aparecerá na tela. Eles têm essa tecnologia. Eu acho que no final nós poderemos nos comunicar diretamente através de algum servidor em algum lugar. Não é ficção científica, é realidade.”

Hoje, a musa da Gucci multi-hifenizada que desafia a idade está preocupado com o futuro. É um contraste intrigante, dado o seu ar e aparência levemente boêmia nos últimos anos. E também, é claro, por causa da nova campanha de fragrâncias que ele está promovendo para a mais recente versão de Gucci Guilty, se sente mais convidativo, uma versão louca de mashup do passado do que do futuro, seguindo a direção criativa da marca de Alessandro Michele.

A campanha sob as lentes de Glen Luchford marcam uma nova direção bem-vinda para Gucci Guilty, trocando os gêneros outrora como sinônimo da marca por uma miscelânea retro “Los Angelenos” coloridos, incluindo uma nova co-estrela na forma do sempre enigmático pop-pin, até Lana Del Rey, conhecida como amante do vintage. A campanha é descrita pela Gucci como “a história de dois indivíduos que vivem completamente livres das expectativas da vida”, a campanha lúdica evoca uma visão eclética da cidade mais famosa da Califórnia – e alguns de seus moradores mais conhecidos.

No curta-metragem e nas imagens da campanha, Jared e Lana tomam as antigas lavanderias de Los Angeles, lanchonetes, salões de beleza e o cemitério Hollywood Forever, enquanto Courtney Love serve café filtrado, um avestruz desliza pelos corredores de um mercado, o casal examinam as prateleiras. Coisas estranhas aconteceram no admirável mundo novo de Gucci.

“Eu costumava odiar perfume”, confessa Jared. “Eu aprendi através deste processo que eu realmente amo isso. Especialmente, quando o cheiro certo está na pessoa certa. Quando se torna uma identidade, acho que é o meu favorito.” A evolução das próprias apreciações olfativas de Jared foi, sem dúvida, ajudada pelo estreito vínculo que ele compartilha com o novo designer da marca.

“Minha experiência com a fragrância está envolta de pensamentos sobre Gucci e Alessandro”, explica Jared, cuja relação com a casa começou antes da era Michele, mas claramente floresceu desde a sua nomeação. “Parece que estamos em uma aventura criativa juntos.”

O MET Gala do ano passado, no qual Alessandro andou pelo tapete vermelho com Jared e Lana em ambos os braços, provou não apenas um prelúdio para a campanha, mas uma prova clara de que a relação artista-musa entre o designer e o ator realmente atingiu o pico. Se você apertasse os olhos um pouco, poderia até ter confundido os dois. “É uma coisa realmente especial se você tiver a sorte de fazer parte da família Gucci”, diz Jared. “Estou muito feliz em conhecer Alessandro e ser amigo dele.”.

É fácil entender por que o novo maestro superstar da moda deu um brilho tão grande ao vencedor do Oscar. Claro, ele pode ser a celebridade masculina rara que pode vestir alguns dos looks de moda masculina da Gucci mais exuberantes com desenvoltura. Mas por baixo de tudo isso, seda e veludo bordados, há uma curiosidade o qual se sente totalmente em casa na estranha e maravilhosa Gucci Guilty – e evidentemente nas grandes perguntas que o perfume mais conhecido da marca inspirou nele.

“Ela [Fragrância] é uma ciência e uma arte”, diz Jared. “Por que o aroma é tão importante? Por que é um negócio tão bom? É óbvio que temos algum tipo de desejo primitivo e inato. Acho que isso dá certo… sinto que é algo subestimado.”.

Não muito antes da mente de Jared vagar de volta para o futuro, mesmo no tópico de perfume em si. “Um dia, perfume ou colônia não será uma substância física”, afirma Jared. “Um dia poderemos nos comunicar, assim que tivermos o sistema, o que eu quero que você sinta. Isso acionará partes do seu cérebro, seja cheirando a Gucci Guilty ou um donut, você entrará na loja e poderá sentir o cheiro do que eles quiserem, ou você escolher, e ele te mostrar como um produto físico.”.

Esse tipo de realidade pode ser um desafio intrigante para a Gucci e para a indústria de fragrâncias de amanhã, mas para hoje, seja uma ficção científica ou uma realidade breve, a pura imaginação de tudo parece certa para a marca.

ATENÇÃO: A CÓPIA TOTAL OU PARCIAL DESTE ARTIGO É TERMINANTEMENTE PROIBIDA.

Fonte: Dazed Digital

Publicado por Bianca em 26/abr/2019

COMENTÁRIOS