Jared Leto perde processo contra o site TMZ

Em dezembro do ano passado, o site de fofocas TMZ divulgou um video em que Jared comenta com dois rapazes sobre as músicas da cantora Taylor Swift num estúdio construído em sua casa. Após o vazamento do video, Jared se desculpou com a cantora e seus fãs em sua rede social e também informou que abriu um processo contra o site por violação de diretos autorais.

Em sua defesa, Jared publicou uma nota esclarecendo o ocorrido e enfatizou sobre “encorajar mais pessoas a parar a publicação de bens roubados.”

Nesta manhã, a Billboard divulgou uma nota informando que o juiz que cuida do caso o encerrou afirmando que o video nunca pertenceu ao Jared para tornar essa reivindicação válida. Na sexta-feira, o juiz Ronald Lew da corte US District concorda com o cinegrafista Naeem Munaf (foi quem filmou), escrevendo em um parecer no sumário do julgamento que o vídeo não foi criado por parte da empresa de Leto (VyRT) porque Munaf não era empregado de Leto e não havia nenhum contrato por escrito confirmando algum acordo alegando que o vídeo pertencia a empresa de Leto desde o início. Para chegar a esta conclusão, o juiz rejeitou a afirmação de Leto, o qual afirmou ter trancado os direitos de Munaf ao assinar um contrato escrito em dezembro, que confirmou um acordo oral em setembro, quando o video foi filmado.

De acordo com a decisão do Sétimo Circuito de Schiller (legislação americana), só torna válido os direitos autorais se existir contrato assinado por escrito por ambas as partes antes de executar alguma coisa.

Em esclarecimento na época em que o processo entrou em vigor, Naeem Munaf informou por email, utilizando um pseudônimo, que o TMZ comprou o video por uma determinada quantia, portanto, Munaf transferiu completamente os direitos autorais para o site. Em resposta à corte, Munaf não confirmou ao juiz o recebimento da quantia pelo site mas esta intenção estava muito clara.

Com isto conclui-se que Jared Leto perdeu a causa do processo. O processo encontra-se encerrado.

Saiba mais

ATENÇÃO: A CÓPIA TOTAL OU PARCIAL DESTE ARTIGO É TERMINANTEMENTE PROIBIDA. 

Share
Publicado por Bianca em 24/set/2016

COMENTÁRIOS

%d blogueiros gostam disto: