Jared participa de Q&A Realizado no MoMA em comemoração aos 20 anos de Requiem For A Dream

O Debra e Leon Black Family Film Center apresenta uma sessão de perguntas e respostas ao vivo de “Requiem for a Dream”.

“Requiem for a Dream” de Darren Aronofsky só cresceu desde sua estreia em 2000. Sua representação visual angustiante e influente sobre vícios e dependência de quatro personagens diferentes de Brooklyn é um filme que ainda é sussurrado em tons de reverência. Em comemoração ao seu 20º aniversário, Aronofsky juntou-se com os atores Ellen Burstyn, Jared Leto, Jennifer Connelly e Marlon Wayans para uma discussão sobre o filme e seu impacto no cinema e na cultura. Essa conversa virtual foi moderada por Rajendra Roy, a curadora-chefe de cinema de Celeste Bartos.

Este Q&A ao vivo foi um evento exclusivo para membros do MoMA que aconteceu dia 06/10 mas só foi disponibilizado dia 10/10 no canal oficial do evento no YouTube.

Abaixo, segue alguns trechos relevantes da sessão de perguntas e respostas, e logo após confira o vídeo na íntegra.

Darren: “Estava pensando naquela cena do Jared e Marlon na prisão. A palavra “assassino” é murmurada e ali há uma intensidade racial em todas aquelas cenas que você sabe que eram difíceis para um ‘romance’, foram muito difíceis no set. E pensando nisso agora, foram incrivelmente dolorosas”. Ele ainda completa, “o tipo de honestidade e dor, como se fosse uma ferida abeta, no que o escritor coloca em suas palavras sempre foi um tipo de inspiração para mim. As piores versões sobre si, e como pessoas boas ter deslizes da realidade. Isso sempre me comoveu.”

Marlon continua, “Nós tínhamos personagens com algo para sonhar, algo que estavam buscando uma saída e é engraçado como coisas do seu passado são as razões pelas quais as pessoas usam drogas. Quero dizer, você acaba conhecendo os melhores conselhos para nunca usar drogas, mas todos tinham algo para sonhar, algo que só você conhece essa dor profunda em sua vida que os levou a se drogar. Até o filme eu vi que isso era uma incrível montanha-russa indo diretamente para o inferno”.

Jared toma o meio da entrevista para dizer que ver o rosto de todo mundo ali é muito emocionante para ele. “Me sinto sortudo por ter tido essa oportunidade. Eu me lembro de implorar para o Darren por esse papel, e de ter ficado chocado quando finalmente consegui.”. Lembrando que Jared disse certa vez em uma entrevista em 2016 que ele fez audição para o papel de Harry Goldfarb pelo menos umas 6 vezes até conseguir. “Fiquei chocado em conseguir trabalhar com Jennifer, Ellen, Marlon. Trocamos mensagens todos os dias, mas sabe, não os vejo há tanto tempo e vê-los aqui é uma satisfação pessoal, orgulho realmente profundos e gratidão. Eu me lembro tão claramente desse filme todos os dias. Me lembro de andar nas ruas de LA com Marlon, lembro de todas as pesquisas possíveis que fizemos naquela salinha, seus olhos marejados e todas as coisas malucas que conversávamos. E o tempo que passei com Jennifer foi sagrado, lindo. Eu poderia falar sobre isso a noite inteira, mas sinto apenas uma enorme gratidão por ver seus rostos novamente e ter feito parte desse filme e só quero lhes agradecer por isso.”.

Jennifer acrescenta, “tive uma experiência parecida com a do Jared. Eu lutei muito para conseguir o papel da Marion.”. Darren completa, “Eu me lembro de ver você e o Jared na audição, talvez você tenha feito o teste apenas uma vez comigo, mas eu me lembro e eu fiquei tipo ‘gosto do trabalho dela’, Jared estava lá e você entrou e destruiu a sala onde você chutou uma cadeira para longe”. Jared diz “Sim, ela chutou a cadeira certa”, Darren continua “ela olhou para mim, Jared olhou para ela, olhamos um para o outro e ficamos tipo ‘feito, feito, é isso.’. E então ela conseguiu o papel. Não me lembro de te torturar então por favor, não se sinta mal”. Jared diz conta novamente que fez audição seis vezes para esse papel. Darren acrescenta dizendo que é verdade, que ele não acreditava no Jared e nem no Marlon.

Marlon conta que quando conseguiu o papel comprou lagosta para todo mundo e deu de presente para o elenco todo.

Ellen conta que enquanto estava gravando a cena que contém lapso de tempo em seu apartamento, a qual sua personagem limpava insistentemente o ambiente, ela realmente limpou o apartamento. Requiem foi um filme com experiência nova para ela.

Jared conta que a experiência de ter feito esse filme andou com ele para sempre. “Esse filme foi tudo sobre comprometimento. Foi uma chance de você ver onde ir pela primeira vez, uma experiência que não tive antes, algo totalmente novo. Ter a sensação de fazermos parte de algo único acho que ainda me sinto assim. Me lembro de que a primeira cena que tive foi com a Ellen que foi aquela cena que você disse sobre a casa dela. Eu estava tão animado para ir lá que eu perdi minha voz e tive que voltar. Foi a pior coisa que poderia acontecer, aconteceu. Eu não conseguir falar. Mas ela foi tão boa. Eu a reconheci imediatamente na cena e eu fiquei tipo ‘ela não vai me deixar errar’, e foi um enorme presente para mim ver seu compromisso, sua dedicação. Eu vi minha mãe ali. E sabe, Darren é um maluco que vai longe com você. Nunca diz não, nunca nega nada, ele gosta de debater, discutir. Ele gosta de pressionar até sair algo bom. E você sabe que entre Ellen, Jenifer, Marlon e Maddie ali, nenhum de vocês me deixaria falhar, me senti um pouco mais confiável para assumir riscos.“.

Assista ao vídeo:

Share
Publicado por Bianca em 24/out/2020

COMENTÁRIOS

%d blogueiros gostam disto: