Retrospectiva 2018


O ano de 2018 foi repleto de expectativas e um dos mais especiais que passamos, principalmente se tratando do Thirty Seconds To Mars. Em algumas circunstâncias não foi nada fácil.

No mundo do entretenimento não poderia ter sido diferente. Tivemos plena certeza de que o ano seria muito cheio para o Jared e o Mars, e quanta ansiedade tivemos para o tão esperado 2018 chegar logo para podermos finalmente assistir The Outsider ou o tão esperado Mars Is coming? O quinto álbum de estúdio do Mars intitulado America e lançado pela nova gravadora da banda, a Interscope chegou! O Echelon se descabelou, sorrio e chorou nesse ano que praticamente já acabou e “apesar dos pesares” foi um ano divertido nesse quesito, concordam? Por isso resolvemos fazer uma retrospectiva para relembrarmos os melhores momentos que tivemos. Afinal, um pouquinho de todas as emoções misturadas de vez em quando não faz mal à ninguém não é?

JANEIRO – O ano já começou com Jared sendo convidado pela Record Academy – o Grammy – para fazer parte da semana de abertura de premiações da indústria musical, foi um dos convidados de honra do MusiCares para uma apresentação linda cantando Never Going Back Again do renomado grupo Fleetwod Mac que foi o grande homenageado da noite. Jared também foi capa da Icon El País enquanto Thirty Seconds To Mars foi destaque das revistas Elevated e Rogue, e também começou com as confirmações de shows em festivais na Europa. Em entrevista ao programa Beats 1, Jared havia confirmado que depois da turnê europeia, o Mars faria uma turnê pela America, isso já despertou a atenção do Echelon mas até então achávamos que fosse apenas nos EUA, neste programa, informaram que o America, (Jared confirmou esse nome para o novo álbum em uma live mais tarde), estrearia em março. Dangerous Night foi o segundo novo single, depois de Walk On Water, a ser lançado em todas as plataformas digitais e em seguida, o Mars fez sua primeira apresentação no The Late Show With Stephen Colbert depois de cinco anos sem shows juntos, infelizmente Shannon não estava presente, mas que apresentação! A banda recebeu sua primeira indicação em prêmios, pela IHeart Radio como melhor cover pelo Mashup de homenagens que eles lançaram oficialmente durante BBC 1 Radio Week em 2017, para quem não se lembra, o Mashup contou com músicas de George Michael, Linkin Park, Prince e David Bowie. A quarta edição do Camp Mars foi confirmada, atividades novas foram adicionadas e foi a primeira edição que não continha o pacote “Cooking With Tomo” na lista. Blade Runner 2049, filme em que Jared atuou, recebeu quatro indicações ao Oscar, levou o prêmio de melhor fotografia do Critics Choice para casa e finalmente anunciaram a data do primeiro trailer de The Outsider, também a data de estreia do longa tão esperado pelos fãs, lançado na plataforma Netflix. Aproveitando também para dizer que o filme The Red Thin Line o qual Jared faz uma pequena participação, foi adicionado no catálogo do streaming. O mês se encerrou com Jared sendo o grande apresentador e apoiador do documentário sobre conscientização do meio ambiente chamado Human Flow, do diretor japonês Ai Weiwei.

FEVEREIRO – O mês começou com Jared comparecendo ao IHeart Summit para realizar uma listening party do America com os principais críticos da música. Lembra dos rumores em que Jared faria parte do romance “Berlim, I Love You”? Foi divulgado um vídeo o qual Jared estava passando pela Alemanha e confirmou que não fazia parte do elenco, calando assim os rumores que vinham acontecendo sobre isso desde 2016. Finalmente tivemos os primeiros footages e trailer oficial de The Outsider, Blade Runner 2049 venceu duas categorias no EEBAFTAs. Jared foi destaque da revista alemã Musik Express. Teve The Kill no bloco emo do carnaval em SP! Finalmente o Mars anunciou nova turnê em suporte ao America e a intitulou de “The Monolith Tour”, Jared realizou um AskAnything no twitter e respondeu uma pergunta sobre a Monolith Tour em outros continentes, até então apenas a Europa era confirmada, foi quando ele nos deu um gostinho de ver o Mars novamente informando que gostaria de estender a turnê para lugares como Brasil e toda a América do sul, em seguida, uma rádio local dos EUA anunciaram oficialmente que o 30 Seconds To Mars iria iniciar uma turnê pela América do Norte em companhia de outras bandas para abertura de show: Walk The Moon, Joywave, K.Flay e Welshy Arms. Também foi anunciado o novo logotipo da banda (a tríade cruz) e arte conceitual no Mars Store, e que além do álbum ser disponibilizado em formato digital e físico também teria vinil e fita vintage. A data de estreia oficial do America foi anunciado para 6 de abril.

MARÇO – Thirty Seconds To Mars iniciou oficialmente a Monolith Tour pela Europa, Tomo Milicevic fez os dois primeiros shows mas em seguida precisou se ausentar por problemas pessoais, sendo substituído pelo músico Jamie Reed. Mars divulgou outros dois novos singles do America antes da estreia oficial do álbum – a canção Rescue Me e One Track Mind que teve a participação do rapper A$AP Rocky – além disso, Jared divulgou com exclusividade para a CNN um trecho da música Great Wide Open, e ainda de quebra cantou uma música exclusiva inteira no primeiro show da Monolith Tour – Rider. A tracklist oficial do America e as capas conceituais também foram divulgadas. E mais surpresa? O Mars tocou pela primeira vez a música The Kill na versão de estúdio em um show em Amsterdã depois de muito tempo tocando em versão acústica. Jared finalmente estreou a segunda temporada de sua série sobre tecnologia intitulada Beyond The Horizon e The Outsider finalmente foi disponibilizado na íntegra na Netflix depois de um ano e meio do término de suas filmagens, lembra que Blade Runner 2049 foi indicado ao Oscar? Recebeu o prêmio de melhores efeitos visuais.

ABRIL – Para promover o novo álbum, Jared iniciou uma jornada maluca pelos EUA atravessando todo o país para promovê-lo. Finalmente, depois da ressaca de cinco anos, Thirty Seconds To Mars estreou o tão esperado quinto álbum, intitulado America com muitas novidades, uma delas foi as participações de outros músicos (pela primeira vez Mars teve colaborações oficiais) e Shannon Leto compondo e cantando uma faixa inteira, intitulada Remedy. Em seu primeiro dia disponível, sua versão digital já foi disco de ouro na Rússia, alcançou o primeiro lugar nas paradas dos álbuns alternativos e álbuns de Rock da Billboard, e não parou por aí, alcançaram o segundo lugar do hot 200 – e esta foi a estreia mais alta de toda a carreira do Mars. No iTunes americano, o America alcançou o primeiro lugar também! No Brasil foi destaque de vendas físicas no Estado de São Paulo na primeira semana e Love Is Madness alcançou o quarto lugar no top ten melhores da rádio local 89. Walk On Water recebeu prêmio do Rock’n Roll Hall Of Fame por permanecer seis semanas seguidas em primeiro lugar nas Rock Radio e por um milhão de cópias vendidas por todo o mundo. Mars também foi capa da Billboard Itália. Depois de Jared se tornar diretor criativo da Fandor, a série Great Wide Open estreou oficialmente na plataforma, antes era disponibilizada apenas no VyRT.

MAIO – Foi um mês que aconteceram pouquíssimas coisas. Blade Runner 2049 teve sua estreia no canal HBO Max, Jared foi destaque da revista Elle, também foi um dos destaques do MET Gala, pela segunda vez, vestindo Gucci naquele icônico traje por conta do tema esse ano que teve algo a ver com catolicismo.

JUNHO – Jared foi confirmado como protagonista de Morbius, um vilão do universo de Spiderman que ganhou seu spinoff depois de Venon e sim, ele continua como o Coringa na DCEU, inclusive, a Warner anunciou que terá um filme solo dele a ser produzido por Jared, ele está atrás de diretor e roteirista. Shannon Leto performou Remedy ao vivo pela primeira vez em Chicago e desde então, o Mars incluiu a música oficialmente no setlist da Monolith Tour. Junho certamente será para sempre lembrado por um episódio importante na carreira do 30 Seconds To Mars, depois de longos e bem sucedidos quinze anos como multi instrumentista da banda, Tomo Milicevic anunciou oficialmente sua saída com apoio de fãs, admiradores e também de sua família. Tomo atualmente possui um canal no Twitch onde ele faz stream de jogos e como cozinheiro nas horas vagas (sua especialidade), ele também abriu uma pizzaria em Detroit junto a sua esposa, Vick Bosanko. Abafando a tristeza da saída do Tomo, o Mars estreou o seu segundo clipe oficial da música Rescue Me que diz sobre ansiedade, depressão e todos esses problemas psicológicos que estão cada vez mais comuns em nossa sociedade, tanto a canção quanto o clipe é um grito de ajuda. Essa nova Era também foi marcada por mudanças que antes não acontecia na banda. Como de costume, Jared dirigia os próprios clipes do Mars, mas desta vez, foi um diretor amigo de Jared.

JULHO – Foi um mês de poucos acontecimentos porém uma grande surpresa para o Echelon brasileiro, o Thirty Seconds To Mars iniciou a Monolith Tour na América do Norte e foi confirmando em mais países do continente, incluindo o Brasil. Walk On Water ganhou certificado de ouro pela RIAA por mais de 5 milhões de cópias vendidas até este momento.

AGOSTO – Poucos acontecimentos relevantes neste mês, além da quarta edição do Camp Mars ser realizada com sucesso, Jared foi capa da GQStyle Alemã e também mudou de agência publicitária, passou da NME para a CAA.

SETEMBRO – O mês mais esperado do Echelon brasileiro pois depois de quatro anos o Thirty Seconds To Mars voltou a São Paulo para mais uma temporada de show da Monolith Tour, e surpreendeu quando colocou Porto Alegre e Curitiba nos destinos. Foi a primeira vez que a banda fez show nestas cidades, em 2017, eles já haviam tocado no Rio de Janeiro no festival Rock In Rio. Mas antes de todo esse ocorrido, o Mars fez um show intimista na casa do Jared com alguns fãs que ganharam um sorteio de uma rádio local. Jared foi destaque da revista Vogue Ucrânia e compareceu ao Gucci Cruise 19, desfile da Gucci que acontecia na semana de moda em Paris e também é o novo rosto da sexta coleção de roupas e calçados da marca americana Fear Of God. Também foi confirmado de que a Warner, além de produzir um filme solo do Coringa, está produzindo um filme solo do Coringa e Arlequina intitulado provisoriamente de “Mad Love”, segundo os roteiristas Glenn Ficarra e John Rekua.

OUTUBRO – Foi um mês um tanto quanto importante para o Jared. Ele compareceu ao museu do Grammy para uma conversação que o diretor do estabelecimento tem com as celebridades semanalmente e ainda recebeu a visita do prefeito de Los Angeles em sua residência. Mais uma capa em que Jared foi destaque, desta vez da C For Men. Encerrou-se a Monolith Tour, turnê bem sucedida em suporte ao America.

NOVEMBRO – Thirty Seconds To Mars fez mais uma estreia com parceria brasileira e lançou a versão de Rescue Me com o rapper Projota e também disponibilizou uma lyric video. Além disso, a banda confirmou mais shows na Europa em 2019, até agora todos são em festivais entre julho e agosto. perdeu o VMA de melhor banda alternativa (mas uma perda mínima pois ganhou muitos nessa categoria anteriormente). Jared assistiu ao vivo diretamente da Nasa o pouso da sonda Insight em Marte, organizou e apresentou uma festa promovida pela academia (Oscar) para exibição especial do filme Bohemian Raphsody com a presença dos protagonistas e também de outras celebridades. Compareceu mais uma vez no LACMA Film + Art organizado pela Gucci e também lançou uma nova fragrância da marca ao lado da cantora Lana Del Rey e Courtney Love. Se livrou de sua icônica barba em preparação para Morbius, postou um vídeo disso em seu canal oficial, o qual ele informa que está dividido em capítulos, provavelmente teremos mais. Foi um momento de perda também, a produtora ex-executiva da EMI Angelica Cob-Baehler, que ajudou no desenvolvimento do documentário Artifact, faleceu vítima de Câncer.

DEZEMBRO – Novos stills do Jared como Coringa em Esquadrão Suicidas foram divulgadas pelo fotografo oficial da Warner. O Thirty Seconds To Mars realizou uma temporada de shows de fim de ano, durante uma semana, todas promovidas por rádios da Califórnia. A trilha sonora de Blade Runner 2049 recebeu indicação ao Grammy. Jared organizou uma festa de natal para seus amigos e família em sua casa e finalmente atualizou a foto natalina e agradeceu pelas felicitações de aniversário feitas pelos seus fãs e amigos em seu Instagram.

Foi um ano de grandes conquistas, novidades assim como também foi de perdas, sem decepções. Diríamos que este ano foi bem sucedido tanto para o Thirty Seconds To Mars quanto para o Jared. E assim encerramos mais um ciclo para iniciar outro ainda melhor, repleto de mais conquistas e superações.

Nós da equipe Jared Leto Brasil te desejamos boas festas e que 2019 te traga muita paz, saúde, abundância e, claro, que o amor prevaleça sempre!

Publicado por Bianca em 31/dez/2018

COMENTÁRIOS