Tudo o que você precisa saber sobre o A Day In The Life Of USA
02, jul de 2017

Como já havíamos visto antes, o 30 Seconds To Mars está com um novo projeto chamado “A Day In The Life of America” que consiste num documentário com participação do público de todo os EUA e ao redor do mundo.

Resumidamente, o “A Day In The Life of America” será um curta metragem que Jared pretende lançar em comemoração á independência dos EUA, em outras palavras, o 4 de julho, com registros de vídeos de toda a população americana de diversas profissões, regiões, que executam diversas atividades diferentes. A equipe Mars abriu um site específico para o projeto (thirtysecondstomars.us) e pediu em suas redes sociais para que pessoas de todo os EUA e mundo envie vídeos falando sobre o dia-a-dia na América – Saiba mais.

Ao decorrer do projeto, Jared está esclarecendo as dúvidas que estão surgindo para que todos possam contribuir com sua criatividade. Desde quarta-feira, quando o projeto foi divulgado nas redes sociais, as pessoas ficaram um pouco confusas com o que deverá ser feito para poder contribuir. Como todas as dúvidas mais urgentes já foram esclarecidas pelo Jared, fizemos um breve resumo para que você também possa participar desse incrível projeto. Segue abaixo:


Live no Facebook feita com o Jared para esclarecimento primário de dúvidas sobre o Projeto A Day In A Life Of The America. Foi uma live rápida de apenas 20 minutos, logo abaixo do vídeo, segue o resumo do que foi dito:

Jared inicia dizendo que é a live no FB é meio estranho em comparação ao VyRT por causa do costume dele com a rede social. “Olá, sou eu, Jared. O tio de cabelos e barba longos e touca rosa.” Jared começa a explicar brevemente do que o projeto se trata: “Estamos fazendo um grande retrato dos EUA, Porto Rico e DC, para ser divulgados no dia 4 de julho, e precisamos de sua ajuda. Estamos pedindo para você sair por aí e filmar alguma coisa. Você pode filmar o nascer ou pôr do sol, seu gato, cachorro, seus irmãos, seus pais, seu melhor amigo, enfim. Filma a si mesmo falando algo sobre os EUA. O que os EUA significa para você? Faça uma bela captura da natureza, fógos no céu, filma sua avó que veio para cá há anos atrás. Todo mundo poderá participar, tanto quem vive nos EUA quanto quem vive fora.” Quanto aos estrangeiros, Jared enfatizou o que estrangeiros podem fazer para enviar para o projeto. “Quem vive fora dos EUA, podem nos enviar seus pensamentos sobre os EUA, qual o seu sonho americano? Como você se sente sobre a situação americana? No que os EUA podem influenciar para vocês. Fale sobre suas ideias, sobre seus sonhos, seus desafios. Quero ouvir as suas ideias, o que você acha. Se você está na Árica do Sul, no Oriente Médio, Alemanha, França, Ucrânia, Rússia, Polônia, no Cazaquistão, para onde iremos voar daqui a pouco. Eu quero saber o que você acha, desde o Japão a China. Mande seus pensamentos. Coloque o celular em seu rosto ou qualquer outra câmera para filmar a si mesmo, e nos diga os seus pensamentos, o que você acha dos EUA e nos diga sobre seu sonho americano. Nos conte suas experiências nos EUA. Estamos interessados em saber dessas coisas pois não podemos montar um retrato dos EUA sem ouvir o que o mundo tem a dizer o que acha sobre nós.” Quanto aos americanos, “Crie algo que te encoraje, algo mais criativo possível, filme coisas adversas, seja bravo, destaque-se, provocador, seja desafiador. Nós conte histórias que ninguém ouviu antes. Diga-nos algo que o mundo precisa saber ou seus pensamentos sobre seu distrito, sua cidade. Sacrifique-se em ser o mais criativo possível.” Além disso, Jared esclareceu de como ele planeja montar o documentário. “A exatamente 00:00 do dia 4 de Julho, vocês já podem nos enviar seus vídeos para o thirtysecondstomars.us. Ele pediu também que as pessoas compartilhem nas redes sociais, convide-as a participarem.” Também deverá ser respondido as 5 perguntas que deixaram no site. Após isso, Jared escolheu algumas perguntas relacionadas ao tema feitas no twitter por seguidores para serem respondidas. “Sandra perguntou se o projeto tem relação com o novo álbum, Jared respondeu que absolutamente sim, o projeto é colado com o novo álbum, o conceito, as ideias. Estamos completamente inspirados com ambos.” Esclarecendo a dúvida do Nick L, se tem algo a ver com documentário série, ele respondeu que sim. Esse projeto poderá ser uma série documentada ou apenas um filme, poderá durar 20 minutos ou três horas, depende dos vídeos que eles irão receber e selecionar. Mas também poderá ser um clipe para algum single do Mars, e esse clipe poderá ser um trailer para esse projeto. Pode ser pequenos vídeos de pessoas de diferentes partes do mundo o que é algo interessante. Assim como fazemos turnês ao redor do mundo. Talvez utilizaremos esses conteúdos de pessoas diferentes do mundo para contribuir para nossas produções e você possa assistir a si mesmo nas telonas durante as turnês. Outra dúvida que Jared esclareceu uma dúvida se esse projeto poderá desencadear algo como entrevistas com algumas personalidades americanas, a resposta foi sim, ele adoraria sentar e conversar com todo mundo. “Não importa se é político ou não, não importa se eu acho que você está certo ou errado, queremos ouvir sobre tudo. Adoraria entrevistar o Donald Trump, presidente Donald Trump. Adoraria entrevistar Kylie Jenner. Qualquer outra pessoa, imigrantes, veteranos. Desde o presidente até o fora-da-lei.” Jared disse que você pode filmar de qualquer lugar que você deseja, filmar seu trabalho, escola, sua rotina, filmar em sua cama. Qualquer coisa. “Se você quiser fazer amor na frente da câmera e nos enviar, fantástico. Se quiser filmar o nascimento de algum recém nascido, ajudando alguém no hospital, também pode. Fazendo cirurgia ou algo do tipo, capture e envie para nós.” Muito importante lembrar de que quando você for filmar a si mesmo, deverá deixar o celular na forma horizontal e não vertical como faria num snapchat por exemplo. “Queremos nos familiarizar com a família muçulmana, judia, queremos saber sobre sua religião, suas rezas, seus pedidos. Se você é um jovem transgênero, conte-nos sua história também.”

Segue alguns vídeos da live no IG que o Jared fez concedendo algumas entrevistas para rádios.

“Convido os paparazzi participar falando com as celebridades. Vocês veem muitas celebridades. Vocês têm câmeras, vocês sabem como filmar. Participem. Pergunte a Beyoncé, diga “Hey Beyoncé, Jared está perguntando quais os seus pensamentos sobre a América.” Mas não enchem o saco dela, por favor. 😂 Não quero receber um e-mail do jay-z perguntando que diacho que eu tô fazendo 😂 #jaredleto #ADayInTheLifeOfAmerica

Uma publicação compartilhada por Jared Leto Brasil (@sitejaredletobr) em

Aos estrangeiros:

“Vocês que vivem fora dos EUA podem participar também. Nos envie seus pensamentos sobre a América e o que o sonho americano significa pra você. É tudo o que tem que fazer. Conte-nos sua história, se você nos ama, nos odeia. Se você nos desejam queimando no inferno, se somos heróis. Seja honesto. O mais honesto possível.” @jaredleto #jaredleto #ADayInTheLifeOfAmerica

Uma publicação compartilhada por Jared Leto Brasil (@sitejaredletobr) em

Hoje aconteceu um Q&A no twitter do Jared esclarecendo as dúvidas restantes do pessoal que deseja participar do projeto. Acompanhe:


P: “Se eu filmar em público, posso imprimir formulários de consentimento?”
J: Ótima pergunta. Quando você nos enviar tudo isso estará no site.


P: “O que te inspirou para esse projeto?”
J: “Em primeiro lugar nosso novo álbum, que virá em breve.”


P: “Vocês irão gravar tudo o que irão fazer no dia 4 de julho também?”
J: “Sim. Todos nós iremos participar.”


P: “Se eu me sentir mais confortável fazendo um vídeo sem ser em inglês, na minha língua nativa, espanhol. Vocês ainda irão aceitar?”
J: “Sim, absolutamente. Fale na sua língua nativa.”


P: “Quantos vídeos podemos enviar? Um deles pode ser só áudio?”
J: “Sim. Áudio é opcional, pode nos enviar quantos vídeos desejar.”


P: “Qual faixa etária vocês estão dirigindo para o projeto?”
J: “Todos os públicos!”


P: “Podemos sermos sinceros com nossa opinião?”
J: “Não espero nada de mais. A verdade é o que mais importa.”


P: “Devemos dizer nossos nomes e de onde somos?”
J: “Sim. Isso seria ótimo.”


P: “Quanto tempo o vídeo tem que ter?”
J: “Pode ser 10 minutos ou 10 horas. Depende de você.”


P: “O lançamento do novo álbum será depois desse documentário?”
J: “Nunca saberemos.”


P: “Você quer que enviamos vídeos já editados?”
J: “Nos envie o arquivo original.”


P: “Há quanto tempo você planejou isso?”
J: “Há muitos anos atrás.”


P: “Que tipo de vídeos espera receber?”
J: “Pessoas fascinantes, histórias interessantes, lugares inspiradores.”


P: “Podemos apenas sentar na frente da câmera e dizer nossos pensamentos sobre os EUA?”
j: “Sim!”


P: “Logos podem estarem expostos nos vídeos?”
J: “Tente o melhor que puder. Não precisa de logos.”


P: “Quando fizermos os vídeos na língua nativa, podemos colocar legenda ou só enviamos a tredução?”
J: “Envie a tradução, não coloque legenda.”


P: “Qual sua coisa favorita em fazer isso?”
J: “O potencial.”


P: “Os vídeos deverão serem feitos com câmeras profissionais ou podemos utilizar celulares?”
J: “Celulares são bons.”


P: “Podemos colocar familiares nos vídeos?”
J: “Sim!”


P: “Shannon e Tomo irão participar?”
J: “Sim!”


P: “Estou pensando em fazer dois vídeos diferentes com meu filho e sobrinho, envio-os individualmente?”
J: “Não, junte-os (num vídeo só), é melhor. Obrigado.”


P: “Podemos enviar nossa história de vida de fundo?”
J: “Sim. É exatamente isso o que queremos.”


P: “Isso será uma série ou um filme?”
J: “Depende da qualidade dos vídeos.”


P: “Sou militar e trabalho o dia inteiro. Teria problema em fazer os vídeos vestindo minha farda?”
J: “Adoraríamos isso.”


P: “Podemos colocar familiares e animais de estimação nos vídeos.”
J: “Sim!”


P: “Quando filmarmos o nascer ou pôr do sol, devemos enviar somente os cortes destes ou o vídeo sem editar mesmo?”
J: “Envie os vídeos sem editar.”


P: “Eu toco violoncelo, posso filmar?”
J: “Sim!”


P: “Devemos editar os vídeos em um arquivo só e enviar?
J: “Não precisa editar. Envie quantos vídeos desejar.”


P: “Está tudo bem se formos um pouco pessoal nos vídeos?”
J: “Sim! Quanto mais pessoal, melhor.”


P: “Podemos cantar?”
J: “Sim!”


P: “A história da minha avó é o suficiente?”
J: “Sim! Mal podemos esperar para conhecer a história dela.”


P: “Sou russa. Está tudo bem se eu filmar meus pensamentos, sentimentos, sonhos sobre seu país?”
j: “Sim.”


P: “Podemos enviar fotos?”
J: “Vídeos.”


P: “Está nervoso com a quantidade de vídeo que irá receber?”
J: “Não muito. Quantos mais vídeo, melhor.”


P: “Você prefere vídeos feitos de dia, de tarde ou a noite?”
J: “Qualquer hora do dia.”


P: “Sou da África, posso enviar meus pensamentos sobre a política?”
J: “Sim.”


P: “eu nasci com uma síndrome rara, posso colocar no vídeo?”
J: “Sim. Adorariamos saber sua história.”


P: “Precisa ser um clipe musical?”
J: “Não, não estamos procurando clipes.”


P: “Os videos têm que ser em formato horizontal, não é?”
J: “Sim. Se possível.”


P: “Posso gravar um vídeo com meus amigos?”
J: “Sim!”


P: “O novo álbum será sobre o sonho americano?”
J: “Nunca saberemos.”


P: “Sou do Brasil. Posso enviar meus pensamentos sobre a América do Sul?”
J: “Sim.”


P: “Podemos enviar vídeos aleatórios mesmo se não estivermos no vídeo ou respondendo as 5 perguntas no final?”
J: “Sim. Envie o que estiver ao seu alcance.”


P: “Como você quer que as pessoas se sintam ao assistir o projeto final?”
J: “Inspiradas.”


P: “Posso cantar uma de suas músicas mesmo eu tendo uma voz ruim e tocar piano?”
J: “Toque amazing grace no piano.”


P: “Talvez possamos enviar 5 perguntas para você também e para outras pessoas que entrevistar.”
J: “Envie-nos”


Resumidamente, está liberado de tudo! Vocês podem enviar o que der na telha, o que for mais viável para vocês, um simples pôr do sol ou estrelas brilhando no céu. Não importa o quão dure sua criatividade, se serão 10 segundos ou 10 horas. Podem filmar a si mesmos falando sobre seus pensamentos, sobre o que acham da situação geral do Brasil, exemplo, assim como podem apenas fazer vídeos narrativos com capturas de momentos que você passa no dia-a-dia, falando sobre seus sentimentos, seus sonhos, ou qualquer outro assunto que deseja compartilhar com alguém. Vídeos artísticos. Podem falar sobre seus sentimentos sobre os EUA, desejos, desafios. Não precisa editar os vídeos, não precisa ser fluente em inglês, não precisa fazer vídeo em falando inglês, pode enviar quantos vídeos desejar, não precisa ser profissional para filmar ou ter uma câmera profissional com luzes e tudo mais, não precisa ser algo específico. Qualquer um pode participar sem exceções, o projeto é extremamente inclusivo e é uma oportunidade única de demonstrar seu amor e reconhecimento de como você pode ser participativo, de mostrar sua voz para seu ídolo, fazer valer a pena, se abrir, conversar com seu ídolo.

Algumas dicas da nossa equipe que é poderá ser importante seguir, caso você esteja participando:

Esperamos que a maioria tenha o seu lugarzinho ao sol (pois estamos sentindo que isso poderá acontecer) e que esse projeto seja tanto inspirador quanto realizador para todos que participarem, inclusive o 30 Seconds To Mars.

Boa sorte, galera!

COMPARTILHE A POSTAGEM
TWITTER FACEBOOK GOOGLE + TUMBLR
Premiere de Sleepers, A Vingança Adormecida
Fotos para a NYLON
Festival de Cannes: Retratos
Abertura do show do Audioslave no Madison Square Garden em Nova York (29 de Out.)
MTV Europe Awards: Potraits
Fotos para a Dazed & Confused
JARED LETO BRASIL 2014 - ∞ SOME RIGHTS RESERVED { | } SITE DESENVOLVIDO POR KITTY ON FLEEK